Páginas

21 setembro 2009

Falta de Respeito - 'Ex' Fumante.


Finalmente consegui, me tornei um ‘ex’-fumante. Pra mim de nada serviu a Lei Anti-Fumo do José Serra. Mas ela é boa, pois agora as pessoas não fumam mais em ambientes fechados. Casas noturnas ficaram ótimas. Fumar só na rua, mas sempre tem um idiota que acha que pode fumar ali.

Discussões (...)

É que todo fumante pensa que pode fumar onde está. Pura falta de respeito com aquele que não fuma. Enquanto fumava sempre dava um jeito de procurar um lugar afastado dos demais. E nunca gostei de fumar em lugares fechados. Só em casa. E sozinho. Se tivesse mais alguém já me sentia constrangido com a fumaça e o cheiro.

Hoje já sou mais maleável, não sou nenhum 'ex'-fumante neurótico, pois a Duxa ainda fuma. Pura besteira. Mas cada um com seu cada qual. Um dia ela vai ver que deve parar e vai parar.

Mais Discussões (...)

Já ouvi muito abobado dizendo: ‘...agora preciso fumar...’, ou a pior ‘...depois dessa preciso fumar...’, isso após ver uma cena qualquer na teve, um bate papo entre amigos, ou qualquer coisa que não vai levar a nada. Acho bobagem, a fala.
Levanta a bunda da cadeira ou do lugar, ou como de costume dos fumantes, acende o cigarro. Simples. Mas falar ‘agora preciso fumar’, como se fosse crucial pra existência humana acender o cigarro. Desculpa ... ridículo.
É minha opinião, desculpa. Cada um no seu quadrado.

Só preciso de um teste final pra receber meu diploma de 'ex'-fumante, mas ate lá vou ganhando minhas moedinhas ou medalhinhas como queiram. Quando realizar esse teste eu aviso. Mas do jeito que as coisas vão, não terei problema nenhum.

Comecei esse texto na intenção de falar da falta de respeito relacionado aos fumantes. Sabe porquê?

Uma pessoa que passa quase seis horas sem fumar, que tem lá os seus 20 ou 25 minutos de intervalo e nesse período fuma loucamente. Eu sei porque fazia isso também. Mas uma pessoa dessas tem a necessidade de fumar dentro da sua casa (que você mora), num dia frio e chuvoso, com tudo fechado? Essa pessoa sabendo que vai ficar ali por menos de 30 minutos, precisa acender a porra do cigarro? Pior, sem abrir nada de janelas? Ou achando que uma janela apenas aberta, por sinal essa mesma que está de frente fumando, vai ventilar uma casa inteira? Não se dá conta que essa fumaça vai entrar e se espalhar por toda a casa?

Tudo isso acontece porque o dono da casa, que fique claro não sou eu, deixa isso acontecer, mas o incrível é que isso acontece só quando o dono da casa está presente. Não é mais incrível. Ah o dono da casa não fuma, odeia cigarro, seu cheiro e a fumaça. Mas deixa isso acontecer.

Tudo isso é abstrato, suposições. Vivemos num mundo onde todos se repeitam e isso jamais aconteceria de verdade.

São os grandes “por quês” do universo.

Estou descobrindo que trabalhar ou estudar em casa é complicado. Enfim ...

Preciso de férias .... das pessoas.

5 comentários:

Julis disse...

Parabéns por ter deixado o cigarro, nem todo mundo consegue essa façanha!

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Adorei!

Ciene disse...

Muito verdadeiro o teu post, e o fato de vc ter sido fumante te dá muito mais autoridade pra falar que eu que nunca fumei.

quanto às férias de pessoas lembrei de um frase da Clarice Lispector que diz assim:

"Às vezes me dá enjôo de gente. Depois passa e fico de novo toda curiosa e atenta. E é só."

Falou e disse, rsss

Gostei muito do teu blog...um abração

Thiago disse...

Largou o podre de mão! Parabéns!!!

Mary disse...

Nota dez para josé Serra! Viva a Lei Antifumo! Meu voto para o Serra!