Páginas

14 dezembro 2009

Pode nos ajudar - Ou não...

Estou alterando o texto em virtude dos esclarecimentos do Ministério da Saúde sobre trechos que realmente indicavam uma possível má interpretação .

Uma nova ideia.
Realmente quando acontece alguma coisa ou até mesmo quando perdemos nosso celular, isso em locais de gente honesta, ou mesmo em situações aplicadas no texto. Acredito ser interessante. Veja você mesmo:

"As ambulâncias e emergências médicas perceberam que muitas vezes nos acidentes os feridos sempre têm um celular consigo.

No entanto, na hora de intervir com estes doentes, não sabem qual a pessoa a contactar na longa lista de telefones existentes no celular do acidentado.

Esclarecimento
Sim eles possuem um aparelho celular, isso é fato, mas em momento algum aparece o registro de que o Resgate/SAMU deva realizar essa pseudo-chamada.

Para tal, SAMU alguém lançou a ideia de que todas as pessoas acrescentem na sua longa lista de contatos o NÚMERO DA PESSOA a contactar em caso de emergência.

Esclarecimento:
Conforme apontamento realizado pelo próprio Ministério da Saúde nos comentários desta postagem, o SAMU não lançou esta ideia e revoga todo e qualquer texto ou spam que circulam pela internet com este propósito - Leia mais em Comentários...

Poderá ser feito da seguinte forma:
'AA Emergencia' (as letras AA são para que apareça sempre este contato em primeiro lugar na lista do celular).

É simples, não custa nada e pode ajudar muito ao SAMU ou quem tenta nos ajudar.
Se lhe parecer correta a proposta, passe esta ideia a seus amigos, familiares e conhecidos.
É tão somente mais um dado que registramos no nosso celular e que pode ser a nossa salvação."

Recebi esse texto por e-mail e achei interessante. Lembrando que pode também ser usado contra nós, através de sem-vergonhas que tentam nos explorar e passar trotes de pseu-sequestros. Mas pode ser algo válido. Precisa mesmo é ser avaliado.

Pra finalizar, a minha interpretação deste texto é: a pseudo-ligação seria realizada pela também pseudo-pessoa que testemunhe o acidente e não pelo Resgate/SAMU, por isso o dever de sempre ficarmos atentos com os possível trotes de sequestro relâmpago.

Espero com essas mudanças ter deixado o texto mais claro, ressaltando que, em momento algum foi minha intenção utilizar-me de qualquer meio ou nome que pudesse ludibriar alguém.

Sem Noção.

4 comentários:

Ministério da Saúde disse...

Prezado Blogueiro,

Não há nenhuma orientação por parte do Ministério da Saúde sobre esse informativo que circula na internet e e-mails orientando as pessoas a colocar em seus celulares contatos de parentes que devam ser localizados em caso de emergência.

O SAMU atende os casos cardio-respiratórios, trabalhos de parto, crises hipertensivas, acidentes quando houver vítimas e transferência de doentes de uma unidade hospitalar para outra.

A ligação é atendida por técnicos na Central de Regulação Médica que identificam a urgência e, imediatamente, transferem o telefonema para o médico regulador. Esse profissional faz o primeiro diagnóstico da situação iniciando o atendimento com orientações sobre as primeiras ações ao paciente, ou à pessoa que realizou a chamada.

Ao mesmo tempo, o médico regulador avalia qual o melhor procedimento para o paciente: orienta a pessoa a procurar um serviço de saúde adequado à solicitação; designa uma ambulância de suporte básico de vida, com auxiliar de enfermagem e socorrista para o atendimento no local; ou, de acordo com a gravidade do caso, envia uma ambulância com médico e enfermeiro, equipada com todo suporte de atendimento intensivo.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU 192 funciona 24 horas por dia e é acionado com uma chamada gratuita para o número de acesso universal 192.

Conheça mais sobre o serviço aqui: http://bit.ly/99hETM

Atenciosamente,

Ministério da Saúde
Para mais informações: fernanda.scavacini@saude.gov.br

Sem Noção disse...

Prezado Ministério da Saúde

Em momento algum divulguei como sendo Norma, Portaria ou Regulamentação.
A ideia do texto é mesmo facilitar, quem socorre uma possível vítima.

Não cabe aqui polícia, bombeiros, Resgate, SAMU etc. Estes são muito competentes no desempenho de suas atividades.

Sem desdenhar de sua apontação, essa ideia ou atitude serve para auxiliar enquanto a vítima aguarda a chegada do Resgate/SAMU, esse terceiro que realizou a chamada, possa usufruir dessa pseudo-ideia e comunicar algum parente da vítima.

Sempre lembrando e se precavendo dos possíveis trotes de sequestro relâmpago.

Agradeço seu comentário e esclarecimentos, mas o que pode ter causado uma possível indignação foi a parte da postagem que diz:'ou mesmo em situações aplicadas no texto,'

Segue aqui minhas desculpas, mas acredito que onde existam pessoas honestas, a ideia seria bem aplicada.

Sem Noção

Ministério da Saúde disse...

Caro Blogueiro,

Agradecemos a sua opinião e a nossa intenção é somente informar que esse informativo que circula na Internet e e-mails não é oficial do SAMU.

Caso tenha mais dúvidas, estamos à disposição: fernanda.scavacini@saude.gov.br

Obrigado,

Ministério da Saúde

Sem Noção disse...

Espero com as alterações ter deixado claro minha intenção e também a orientação do Ministério da Saúde, revogando todo e qualquer texto/e-mail/spam que circulem com essa proposta.

Sem Noção